Última hora

Última hora

Três anos de cadeia para patrão da Hiunday

Em leitura:

Três anos de cadeia para patrão da Hiunday

Tamanho do texto Aa Aa

A Justiça sul-coreana condenou o patrão do maior construtor automóvel da Coreia do Sul, Hyundai Motor, a três anos de prisão por desvio de fundos e abuso de confiança. Chung Mong-koo, 68 anos, foi considerado culpado de ter desviado 52 milhões de euros para corromper responsáveis políticos. A Hyundai é o sexto construtor automóvel mundial e controla cerca de 70 por cento do mercado automóvel nacional.

Chung, que segundo a lei poderia ser castigado com a prisão perpétua, foi libertado sob caução em Junho, dois meses depois de ter sido detido. O Ministério Público pedira seis anos de prisão efectiva mas os seus advogados argumentarm que a sua detenção poderia ameaçar o futuro de um dos símbolos da economia da Coreia do Sul.