Última hora

Última hora

Israel recusa suspender obras na Esplanada das Mesquitas apesar de protestos do mundo árabe

Em leitura:

Israel recusa suspender obras na Esplanada das Mesquitas apesar de protestos do mundo árabe

Tamanho do texto Aa Aa

As obras junto à Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, vão continuar com câmaras que permitirão segui-las em directo na internet. É a resposta do primeiro-ministro israelita, Ehud Olmert, ao pedido de suspensão feito pelo ministro da Defesa, Emir Peretz, e pelo mundo árabe. Os protestos dos palestinianos no local são acompanhados de um reforço policial, com receio de violência. “Os israelitas assumem a responsabilidade e mais tarde vão ver que cometeram um erro”, avisa Adnan Husseini, líder de um organismo muçulmano de vigilância de edifícios religiosos.

Os dirigentes árabes temem que as obras, iniciadas na terça-feira, danifiquem as fundações da Mesquita de Al-Aqsa, o terceiro lugar santo do Islão e local sagrado também para judeus e cristãos. Israel realiza buscas arqueológicas antes de começar a construir uma nova rampa de acesso à Esplanada das Mesquitas. Olmert diz que não há perigo, mas o mundo islâmico adverte para as consequências se houver danos…