Última hora

Última hora

Muçulmanos protestam contra obras na Eplanada das Mesquitas

Em leitura:

Muçulmanos protestam contra obras na Eplanada das Mesquitas

Tamanho do texto Aa Aa

As obras junto à Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, estão a gerar uma enorme controvérsia e, segundo o ministro israelita da Defesa, podem mesmo levar a uma escalada na violência entre as comunidades judia e muçulmana da cidade.

Em carta enviada ao primeiro-ministro, Amir Peretz defende a suspensão imediata dos trabalhos. À carta, o ministro juntou um parecer do general na reserva Amos Gilad segundo o qual as obras estão a provocar enormes estragos e podem desencadear mais uma onda de conflitos no mundo árabe.

Israel garante que as obras destinam-se a instalar uma rampa de acesso à porta dos Magrebinos para substituir a que foi destruída pela tempestade de neve de 2004 e que foram feitas pesquisas arqueológicas antes da colocação dos pilares. Mas o Gabinete dos Bens Religiosos Muçulmanos de Jerusalém afirma que ameaçam as fundações da esplanada. Desde que começaram os trabalhos, os protestos sucedem-se diariamente.