Última hora

Última hora

UNIFIL reforça posições na fronteira israelo-libanesa para baixar tensão

Em leitura:

UNIFIL reforça posições na fronteira israelo-libanesa para baixar tensão

Tamanho do texto Aa Aa

A UNIFIL reforça posições para baixar a tensão na fronteira entre Israel e Líbano, depois dos incidentes da noite. Cerca de 300 soldados franceses e italianos ao serviço da ONU foram mobilizados para a região de Maroun al-Ras, onde na noite passada tiveram lugar os primeiros confrontos entre os exércitos libanês e israelita após a guerra do Verão passado.

Os soldados libaneses dispararam contra as tropas israelitas depois de estas terem entrado no seu território. Israel ripostou, mas garante que não passou a linha fronteiriça. O tiroteio registado esta noite acaba por exemplificar as dificuldades com as fronteiras na zona, tendo em conta que a ONU fixou uma demarcação territorial e Israel outra. Diferendos territoriais também entre o Estado hebraico e a Síria.

O comando da UNIFIL tenta acalmar a situação, com os contactos entre as duas partes, mas isso não impede o ministro israelita das Infra-estruturas, Binyamin Ben Eliezer, de levantar a hipótese de um novo conflito com o Hezbollah este ano. Ontem, na altura do tiroteio, o tsahal procedia à desminagem, acusando o Hezbollah de continuar a colocar explosivos na zona, o que o movimento xiita libanês desmente. Diz que remontam à guerra do Verão passado.