Última hora

Última hora

Ségolène Royal apresenta programa eleitoral

Em leitura:

Ségolène Royal apresenta programa eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

Uma França determinada a olhar para o futuro e com uma forte democracia participativa foi o que prometeu Ségolène Royal, perante milhares de militantes do Partido Socialista francês no comício de Villepinte, na periferia de Paris. Ovacionada pelos milhares de apoiantes que fizeram questão de marcar presença no comício, a candidata à presidência francesa apresentou o “pacto presidencial”, nome que deu ao seu programa eleitoral.

O momento mais emocionante da tarde foi talvez quando Royal esqueceu Ségolène a candidata e falou enquanto Ségolène a mãe de família, ao referir que “é urgente e estou determinada porque que bem lá no fundo, enquanto mãe, quero para todas as crianças que nascem e crescem em França o que sempre quis para os meus próprios filhos. E todos temos a obrigação de ser bem-sucedidos. Comprometo-me perante vós e este compromisso deve ser respeitado por todos.”

A candidata socialista referia-se sobretudo à violência nos bairros periféricos franceses e ao desemprego que atinge 23 por cento dos jovens.

Num discurso de mais de duas horas, sobretudo dedicado à política interna, tempo houve ainda para abordar questões como os direitos do homem.

A este respeito a candidata afirmou que vai ser intransigente e que denunciará “os abusos ligados aos direitos do homem, os crimes de guerra na Tchetchénia, ou o assassínio em plena cidade de Moscovo de uma mulher de excepção, honra para a sua profissão, que foi a jornalista Anna Politkovskaia.”

A partir desta segunda-feira, a campanha da candidata socialista entra numa nova fase. Ségolène Royal vai abordar um tema por semana. O primeiro é a educação. A candidata vai reunir-se com os professores e as equipas pedagógicas de um liceu da região parisiense.