Última hora

Última hora

UE debate plano da ONU para o Kosovo

Em leitura:

UE debate plano da ONU para o Kosovo

Tamanho do texto Aa Aa

O plano da ONU para o Kosovo, apresentado pelo finlandês Martti Ahtisaari, enviado das Nações Unidas para a província, e as relações com a Sérvia estarão hoje em debate, em Bruxelas, entre os chefes da diplomacia dos Vinte e Sete. O responsável pela política externa da União, Javier Solana, diz-se confiante num apoio unânime ao projecto. Enquanto que Frank-Walter Steinmeier, ministro dos Negócios Estrangeiros da Alemanha, que assume a presidência da União Europeia, espera que se consiga negociar e evitar um veto da Rússia no Conselho de Segurança ONU sobre o plano.

Ahtisaari propõe que a província, administrada há oito anos pela ONU, passe a ter sua própria constituição, uma bandeira e um hino nacional, além ter o direito de se candidatar a ser membro de instituições internacionais.

Os dirigentes kosovares aceitaram o plano, mas não a Sérvia. Espera-se uma nova ronda de negociações dentro de dias, mas o movimento albanês Auto-determinação exige a independência já e sem negociação com Belgrado. No sábado, realizou um protesto que terminou em violência.

O primeiro-ministro do Kosovo, Agim Ceku, pede confiança no processo e calma para evitar acções que o possam pôr em causa ou atrasar.

Os protestos de sábado em Pristina fizeram dois mortos, recordados ontem à noite numa vígilia em Pristina.

A polícia, sob investigação pelos acontecimentos de sábado, realizou entretanto detenções de vários membros do movimento Auto-determinação.