Última hora

Última hora

Presidente estoniano veta lei que pode pôr em causa relações com a Rússia

Em leitura:

Presidente estoniano veta lei que pode pôr em causa relações com a Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Estónia vai vetar a lei aprovada no parlamento, por uma diferença de apenas dois votos, que autorizava remover uma célebre estátua, o que pode azedar as relações com a Rússia. O monumento de bronze em memória dos soldados soviéticos, foi erguido em 1947 na colina de Tinismiagui, no centro da capital estoniana, Tallin.

Andrei Zarenkov, fala pelos russos residentes na Estónia. Diz que é normal do ponto de vista das pessoas que pensam que os, russos, que vivem no país e são como que uma quinta coluna para a Estónia, não têm opinião, que esquecem os pais e os avós. Do ponto de vista da lei, é normal para os estonianos; mas para os russos é anti-natural, e vão protestar…isto tem um custo…vão tentar persuadir o presidente de que esta lei é um crime. Em Moscovo, nota-se a mesma incompreensão. Algumas pessoas, muitas com o símbolo das SS, protestaram em frente da embaixada da Estónia.

Inna Novichkove, reformada, afirma que sabe bem como é que os monumentos estão guardados na Alemanha, especialemnte os monumentos dos outros países, porque é que a Estónia há-de reagir assim? Ela acha que esta é uma atitude do governo contra as pessoas. Tem amigos na Estónia que não partilham do ponto de vista governamental em relação a isto.

Ainda esta manhã, Moscovo ameaçou represálias se tocassem no monumento ao Exército Vermelho. Kostantin Kosachyov, presidente das Relações Internacionais da Duma, explicou que, se o pior acontecesse e a estátua fosse desmantelada, os estonianos deviam ter em conta que as relações bilaterais iriam sofrer consequências catastróficas., em termos comerciais e económicos. A Rússia não suportaria nem aceitaria desculpa para tal acção.

A estátua foi erguida para comemorar a vitória do Exército Vermelho contra a Wermacht, que ocupava Tallin em 1944. Mas, se para uns o monumento é o símbolo da libertação do nazismo, para outros é o símbolo da ocupação soviética. A Estónia é independente desde 1991 e membro da União Europeia desde 2004.