Última hora

Última hora

Protesto em Vicenza contra alargamento de base militar americana

Em leitura:

Protesto em Vicenza contra alargamento de base militar americana

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade italiana de Vicenza vai viver um dia agitado. Mais de cinquenta mil pessoas são esperadas na localidade para protestar contra o alargamento de uma base americana.

As autoridades receiam que a manifestação seja infiltrada por radicais da extrema-esquerda e se transforme numa batalha campal. O ministério do interior mobilizou 1.400 agentes da polícia e as escolas de Vincenza vão estar encerradas este sábado.

Uma das organizadoras mostra-se confiante no bom desenrolar da marcha uma vez que sabem “quem nela participa”. Por outro lado, têm pessoas “encarregues de organizar os diferentes grupos da manifestação” no local da concentração final. Outra refere-se ao objecto do protesto e diz preferir ser invadida por “turistas americanos do que por soldados americanos.”

A autorização para alargar a base foi dada pelo executivo precedente liderado por Silvio Berlusconi. O actual primeiro-ministro, Romano Prodi, respeitou o compromisso. Mas o governo está dividido. Alguns líderes da maioria podem mesmo participar no protesto.