Última hora

Última hora

Voto em Washignton contra plano de Bush

Em leitura:

Voto em Washignton contra plano de Bush

Tamanho do texto Aa Aa

A Câmara dos Representantes rejeitou o plano do presidente Bush para o Iraque. A assembleia controlada pelos democratas votou uma resolução simbólica que desaprova o envio de mais tropas para o Médio Oriente. 246 representantes votaram favoravelmente, 182 mantiveram-se fiéis à estratégia de George W. Bush.

A líder democrata da Câmara, Nancy Pelosy, explicou que esta era uma resolução não vinculativa, aprovada por elementos de ambos os partidos, que “deveria enviar uma mensagem firme e clara ao presidente dos Estados Unidos, nomeadamente que em Novembro o povo americano escolheu uma nova direcção no Iraque.” Esta resolução, sublinhou, traça “a nova direcção a seguir.”

Apesar das palavras de Pelosi apenas 17 legisladores republicanos se juntaram à bancada democrata neste voto. Um número menor do que o esperado. O porta-voz da Casa-Branca, Tony Snow, reagiu afirmando que “o presidente está absolutamente determinado em manter o país seguro. Esse é o seu trabalho”, rematou.

Bush não vai mudar de rumo por causa desta resolução. O Comandante Supremo das Forças Americanas vai prosseguir com o envio de mais 21.500 soldados para o Iraque, a grande maioria para reforçar o contingente de Bagdad.