Última hora

Última hora

Filho mais novo da Princesa Diana vai ser mobilizado para o Iraque

Em leitura:

Filho mais novo da Princesa Diana vai ser mobilizado para o Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

O príncipe Harry de Inglaterra, o terceiro na linha de sucessão ao trono e em tempos a braços com polémicas sobre o consumo de drogas e álcool, vai ser destacado para um Iraque durante pelo menos seis meses. Foi o próprio Harry a insistir para integrar um contingente em teatro de guerra. Ameaçou mesmo abandonar o exército caso a sua unidade fosse destacada e não lhe fosse confiada uma missão na linha da frente.

O Coronel Tim Collins, antigo comandante do exército, afirna que os inimigos querem matar qualquer soldado britânico, qualquer oficial britânico e seria um prémio eliminar um membro da família real. No entanto, considera que os soldados sob seu comando não estão em pior situação que qualquer outro militar britânico.

O segundo tenente Harry Wales, com 22 anos, foi treinado para comandar uma unidade de reconhecimento. Vai partir para o Iraque nos próximos meses com o Esquadrão A dos Blues and Royals.

Harry é o terceiro na família real a ser destacado para o terreno. Antes do príncipe, o bisavô George VI combateu na primeira Grande Guerra e o tio, o príncipe André, pilotou um helicóptero na guerra das Malvinas, há quase 25 anos.

O anúncio foi feito um dia depois de o primeiro-ministro informar o parlamento sobre a retirada de 1600 soldados do território nos próximos meses.