Última hora

Em leitura:

Bósnios a caminho de Haia para ouvir veredicto histórico


mundo

Bósnios a caminho de Haia para ouvir veredicto histórico

Sobreviventes e familiares de vítimas da guerra da Bósnia deixaram este sábado Sarajevo rumo a Haia, na Holanda. Uma longa viagem para assistir ao veredicto do Tribunal Penal Internacional (TPI), que deverá decidir segunda-feira se a Sérvia, enquanto Estado, é culpada de genocídio pelos actos cometidos na guerra da Bósnia entre 1992-1995.

Munira Subasic, da Associação Mães de Srebrenica, diz que querem justiça e que depois de tantos anos à espera querem ver a justiça com os próprios olhos. Zumra perdeu familiares na guerra e também ela quer justiça após tantas desilusões.

O momento é histórico. Pela primeira vez um Estado enfrenta tais acusações. Se os 16 juízes do TPI, após dez meses de reflexão, decidirem a favor da Bósnia abrem o caminho a pedidos de indemnização no valor de milhares de milhões de dólares. Um golpe ainda maior quando Belgrado tenta distanciar-se dos actos cometidos pela ex-Jugoslávia de Slobodan Milosevic.

Em causa estão, por exemplo, o cerco de Sarajevo ou a morte de oito mil homens muçulmanos em Srebrenica. A guerra da Bósnia terá feito cerca de cem mil mortos e o Tribunal Penal Internacional para ex-Jugoslávia já condenou alguns responsáveis, mas os mais importantes, como Ratko Mladic ou Radovan Karadzic, continuam a monte.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Parlamento italiano vai decidir a sorte do executivo de Romano Prodi