Última hora

Última hora

O regresso de Prodi ao governo era a "única saída"

Em leitura:

O regresso de Prodi ao governo era a "única saída"

Tamanho do texto Aa Aa

Romano Prodi vai pedir um voto de confiança ao Parlamento depois de ver confirmada a sua recondução no cargo de primeiro-ministro pelo Presidente Giorgio Napolitano. Prodi negociou quinta-feira à noite com os partidos da sua maioria de centro-esquerda um pacto de governo para tentar sair do impasse e tem praticamente garantidos os votos necessários no Senado para a formação de um governo sólido e estável. A maioria dos líderes partidários concordam que não serviria de nada convocar eleições antecipadas sem alterar a actual lei eleitoral que favorece a influência dos partidos mais pequenos.

O chefe de Estado disse que esta era a “única alternativa”.O líder da oposição, Sílvio Berlusconi, defende que “qualquer tentativa para reanimar o governo Prodi está votada ao fracasso” sendo a favor de eleições antecipadas. O antigo primeiro- ministro diz que “vai bater-se vigorasamente para trazer de volta uma maioria governamental.”

A demissão do governo Prodi, provocado por uma votação negativa do Senado sobre a sua política externa, mergulhou a Itália numa crise política nove meses depois da chegada ao poder da coligaçãode centro-esquerda. Vai ser o mesmo senado que terá agora de renovar a confiança na coligação de Prodi.