Última hora

Última hora

Atentado de Bagram visava Dick Cheney, segundo líderes Talibã

Em leitura:

Atentado de Bagram visava Dick Cheney, segundo líderes Talibã

Tamanho do texto Aa Aa

Os Talibã afegãos afirmam num comunicado que queriam visar Dick Cheney com o atentado que atingiu esta manhã a base militar norte-americana de Bagram, nos arredores da capital afegã. A acção, levada a cabo por um bombista-suicida, ocorreu no exterior das instalações, provocando a morte de mais de uma dezena de pessoas, entre os quais três militares da NATO.

O vice-presidente norte-americano, que pernoitava na instalação, fazendo escala entre Islamabad e Cabul, foi temporariamente conduzido aos abrigos da base militar como medida de segurança.

Para Dick Cheney, o ataque tem por objectivo, “pôr uma vez mais em causa a autoridade do governo central afegão”, apoiado por Washington.

Uma reacção que coincide com a mensagem que Cheney transporta desde ontem de Islamabad, onde se reuniu com Pervez Musharaff, a Cabul onde se encontrou ao início desta tarde com Hamid Karzai.

Se face a Musharraf, Cheney terá repreendido o governo pela falta de esforços para combater as forças da Al-Qaida e dos Talibã, frente a Karzai a mensagem é de apoio incondicional.

Washington quer lançar uma ofensiva anti-Talibã na Primavera e tem feito campanha junto da NATO para o reforço dos 33 mil homens estacionados no pais.

Vários países anunciaram nos últimos dias o apoio militar e financeiro à operação, Washington promete mais 3.200 homens, mas tem ainda que convencer um senado dominado pelos democratas, opostos à acção militar.