Última hora

Última hora

Enel quer 25% da Endesa

Em leitura:

Enel quer 25% da Endesa

Tamanho do texto Aa Aa

A italiana Enel cobiça um quarto da Endesa. Depois de, terça-feira, ter adquirido cerca de 10% da companhia eléctrica espanhola, a Enel declara agora estar interessada em aumentar a sua participação para os 24,99 por cento, caso Madrid autorize. Fulvio Conti, o administrador-delegado da Enel, já afirmou que a estratégia é consolidar a posição actual.

Os dez por cento da Endesa custaram, à Enel, 4, 126 mil milhões de euros. É o seu maior investimento no estrangeiro. O preço por acção foi de 39 euros – isto é, superior aos 38,45 oferecidos pela E.On.

A companhia eléctrica alemã já reagiu, garantindo qu a sua oferta se mantém. Mas a entrada na Enel no capital da Endesa dificulta agora o êxito da OPA da E.On, que condicionou a sua oferta à supressão de obstáculos estatutários, na próxima Assembleia Extraordinária de Accionistas, agendada para 20 de Março.