Última hora

Última hora

Dados a transmitir aos EUA devem ser "mínimos"

Em leitura:

Dados a transmitir aos EUA devem ser "mínimos"

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia quer reduzir ao “mínimo”, os dados dos passageiros dos voos transatlânticos a transmitir aos Estados Unidos, garantiu a Comissão Europeia, depois de uma ronda de negociações, em Washington. No quadro da luta antiterrorista, Europa e América estão a renegociar um acordo definitivo sobre a transmissão dos dados pessoais dos passageiros que voem para os Estados Unidos.

O acordo temporário, actualmente em vigor, contempla a transmissão de 34 dados, desde a morada do cidadão ao número de telefone ou de cartão de crédito. Mas Bruxelas, em nome da privacidade, quer reduzir essas informações ao mínimo necessário: 19, tinha dito o comissário para a Justiça, no início de Fevereiro.

Além disso, os europeus insistem que sejam as companhias aéreas a enviar os dados da Europa para os Estados Unidos, para que os norte-americanos não acedam às bases de dados europeias.

Espera-se que o novo acordo esteja concluído em Julho.