Última hora

Última hora

Caso De Juana faz subir de tom guerra de palavras entre governo espanhol e oposição

Em leitura:

Caso De Juana faz subir de tom guerra de palavras entre governo espanhol e oposição

Tamanho do texto Aa Aa

A guerra de palavras entre governo e oposição está a criar um ambiente de crispação em Espanha em torno do caso do etarra De Juana. Numa reunião do Partido Socialista espanhol, o chefe do governo comentou pela primeira vez o assunto. José Luis Rodriguez Zapatero respondeu às críticas, afirmando que “o Partido Popular usa o terrorismo para servir os seus interesses e tenta envenenar o convívio com mentiras”.

O Partido Popular acusa o executivo de ter cedido à chantagem dos independentistas bascos e de ter humilhado as famílias das vítimas. Mariano Rajoy, líder do PP, disse que agora a ETA e o Batasuna sabem que o governo é fraco e cede, sabem como pressionar o executivo e, por isso, trata-se da pior decisão tomada nos últimos anos.

José Ignacio De Juana Chaos foi transferido para um hospital do País Basco e quando recuperar irá cumprir um ano de prisão em casa. O etarra, condenado a 20 anos de prisão pelo homicídio de 25 pessoas, estava em greve de fome desde Novembro, após o julgamento e condenação por ameaças e apologia de terrorismo. Face à decisão do governo, PP convocou novas manifestações, como fez quando o executivo tentava negociar com a ETA.