Última hora

Última hora

Medvedev à conquista de favoritismo de Moscovo

Em leitura:

Medvedev à conquista de favoritismo de Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

A um ano das presidenciais russas, é ainda difícil de apontar o candidato preferido do Kremlin. Dmitry Medvedev, vice-primeiro-ministro e um nome potencial para a sucessão de Vladimir Putin, apostou nas novas tecnologias para se fazer notar. Numa conferência de duas horas, Medvedev respondeu a algumas das 8000 questões que lhe foram colocadas através da internet.

O dirigente de 41 anos evitou no entanto as especulações de que poderia vir a ser o escolhido de Putin para as eleições de Março de 2008.

Em 2005, o presidente russo promoveu o antigo professor de Direito e chefe da Administração Presidencial, encarregando-o de projectos nacionais em áreas de desenvolvimento social e económico. O gesto de Putin levou muitos analista a colocar Medvedev na lista de candidatos potenciais para a corrida presidencial.

Ontem, Medvedev projectou uma imagem de liberal, distanciando-se do segundo possível favorito de Putin, o também vice-primeiro-ministro Serguei Ivanov. Próximo do presidente russo, o ex-ministro da Defesa e antigo general da KGB continua a controlar a indústria militar do país, mas alargou a esfera de influência às inovações económicas.