Última hora

Última hora

Enterro de Safranov rodeado de suspeita sobre circunstâncias da morte

Em leitura:

Enterro de Safranov rodeado de suspeita sobre circunstâncias da morte

Tamanho do texto Aa Aa

O jornalista russo que faleceu na sexta-feira em circunstâncias suspeitas foi hoje a enterrar. Ivan Safranov trabalhava para o diário Kommersant e, na altura em que morreu, estaria a preparar um artigo sobre a venda de armas da Rússia à Síria e ao Irão.

O jornal russo recordou que, já em 2005, Safranov tinha sido alvo de ameaças quando trabalhava num artigo de venda de mísseis Iskander a Damasco.

Oleg Panfilov, director do Centro Russo para o Jornalismo em Situações Extremas, defende que “as circunstâncias da morte aumentam as preocupações e suspeitas de que (o que classifica directamente como) este assassinato está ligado às actividades profissionais do jornalista”.

Safranov caiu de uma janela do quinto andar do edifício onde morava, no centro de Moscovo. Parentes, amigos e vizinhos também descartam a tese de suicídio.