Última hora

Última hora

Autoridades indonésias tentam identificar vítimas de acidente aéreo

Em leitura:

Autoridades indonésias tentam identificar vítimas de acidente aéreo

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades indonésias continuam a tentar identificar os corpos carbonizados de muitas das vítimas do acidente aéreo de quarta-feira na ilha de Java. Peritos australianos foram despachados para o local para participarem no inquérito, cujas primeiras conclusões apontam para falha humana.

De acordo com alguns testemunhos, a aeronave aproximava-se a uma velocidade muito elevada da pista. Pelo menos 21 das 140 pessoas a bordo morreram, quando o Boeing 737-400 da companhia de bandeira indonésia Garuda falhou a aterragem no aeroporto de Yogyakarta e se imobilizou num arrozal.

Um operador de câmara de uma televisão australiana, que seguia a bordo, explicou que o aparelho teve alguma avaria ou atravessou turbulência antes da aterragem e ficou em chamas. Os passageiros, em pânico, tentaram sair da fuselagem o mais depressa possível.

As caixas negras já foram encontradas e vão ser analisadas na Austrália. O governo de Camberra está a dar todo o apoio possível às autoridades de Jacarta. A bordo do avião seguiam cerca de uma dezena de funcionários diplomáticos e jornalistas australianos. Cinco permanecem desaparecidos, os restantes foram localizados em hospitais indonésios.