Última hora

Última hora

Números da EADS caem a pique em 2006

Em leitura:

Números da EADS caem a pique em 2006

Tamanho do texto Aa Aa

O consórcio europeu de aeronáutica EADS, casa-mãe da Airbus, anunciou ter tido prejuízo pelo segundo trimestre consecutivo, ao perder 786 milhões de euros nos últimos três meses do ano passado. No total do exercício de 2006, o resultado líquido foi positivo, com um lucro de 99 milhões, 16 vezes inferior ao realizado em 2005.

Em termos de resultados brutos, a queda foi de 86%. Depois de terem vindo a subir progressivamente entre 2003 e 2005, os números caíram dos mais de 2,8 mil milhões para apenas 400 milhões de euros, este ano. O co-presidente da EADS, Louis Gallois, fala do momento vivido pelo grupo: “2006 foi um ano de contrastes. Por um lado, a face mais soalheira, com as entregas a atingirem um recorde histórico de 424 aviões. Pelo outro lado, conhecem perfeitamente os problemas gerados pelos atrasos com o A380, incluindo o lançamento do programa Power 8”.

O nome pode sugerir algo diferente, mas Power 8 é o nome do plano de reestruturação da Airbus que implica o fim de 10 000 postos de trabalho, sobretudo em França e na Alemanha. Além dos problemas financeiros que enfrenta por causa dos atrasos com o A380, a Airbus tem também encargos elevados com os projectos do A350 e do avião militar A400M.