Última hora

Última hora

Blair sofre baixa antes de importante voto parlamentar sobre renovação de arsenal nuclear

Em leitura:

Blair sofre baixa antes de importante voto parlamentar sobre renovação de arsenal nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

Nigel Griffiths demitiu-se do cargo de vice-presidente da Câmara dos Comuns em desacordo com o governo Blair, antes de um importante voto no parlamento, onde mais uma vez se faz sentir a rebelião dos trabalhistas. O ex-ministro do Comércio e Indústria e deputado, eleito por Edimburgo nos últimos 20 anos, é contra a renovação do arsenal nuclear britânico. Explica que irá informar a Câmara dos Comuns dos seus problemas de consciência e que não pretende perder os seus princípios, como aconteceu com colegas no mesmo caso.

A demissão de Griffiths poderá ser seguida de outras. Na quarta-feira vota-se o projecto “Trident” e o primeiro-ministro Tony Blair terá de recorrer ao apoio dos Conservadores, na oposição, para obter a aprovação. Blair tem a maioria na Câmara dos Comuns, mas dois terços dos seus deputados opõem-se à renovação da frota de submarinos nucleares, estimada em cerca de 30 milhões de euros. O governo evoca a ameaça do Irão, Coreia do Norte e grupos terroristas, mas os contestatários consideram que há sectores mais importantes onde gastar o dinheiro.