Última hora

Última hora

Blair sofre baixa antes de importante voto parlamentar sobre renovação de arsenal nuclear

Em leitura:

Blair sofre baixa antes de importante voto parlamentar sobre renovação de arsenal nuclear

Blair sofre baixa antes de importante voto parlamentar sobre renovação de arsenal nuclear
Tamanho do texto Aa Aa

Nigel Griffiths demitiu-se do cargo de vice-presidente da Câmara dos Comuns em desacordo com o governo Blair, antes de um importante voto no parlamento, onde mais uma vez se faz sentir a rebelião dos trabalhistas. O ex-ministro do Comércio e Indústria e deputado, eleito por Edimburgo nos últimos 20 anos, é contra a renovação do arsenal nuclear britânico. Explica que irá informar a Câmara dos Comuns dos seus problemas de consciência e que não pretende perder os seus princípios, como aconteceu com colegas no mesmo caso.

A demissão de Griffiths poderá ser seguida de outras. Na quarta-feira vota-se o projecto “Trident” e o primeiro-ministro Tony Blair terá de recorrer ao apoio dos Conservadores, na oposição, para obter a aprovação. Blair tem a maioria na Câmara dos Comuns, mas dois terços dos seus deputados opõem-se à renovação da frota de submarinos nucleares, estimada em cerca de 30 milhões de euros. O governo evoca a ameaça do Irão, Coreia do Norte e grupos terroristas, mas os contestatários consideram que há sectores mais importantes onde gastar o dinheiro.