Última hora

Última hora

Ex-gestores da Siemens respondem por corrupção

Em leitura:

Ex-gestores da Siemens respondem por corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

Dois antigos executivos da Siemens começaram a responder perante o tribunal, esta terça-feira, acusados de corrupção. Os dois homens terão pago luvas no valor de quase seis milhões de euros a funcionários da energética italiana Enel, para obter contratos no valor de 450 milhões. Horst Vigener, que admitiu os factos, e Andreas Kley ocupavam postos importantes na divisão de energia do grupo alemão. Kley, director financeiro desta filial, parece ser a figura mais alta envolvida no escândalo.

Do lado italiano, o processo foi desencadeado pelas autoridades em 2003. Alguns elementos da cúpula da Enel, sobretudo na divisão de engenharia, foram afastados nessa altura. Um terceiro alemão, também envolvido no caso, foi já condenado a 23 meses de prisão por um tribunal de Itália.

As suspeitas de actividades menos claras que envolvem a Siemens não ficam por aqui. A justiça alemã está a seguir o rasto de 200 milhões de euros que ninguém sabe onde páram. O destino pode ter sido um conjunto de subornos no sector das telecomunicações.