Última hora

Última hora

Parlamento estuda sanções a aplicar a Giertych por anti-semitismo

Em leitura:

Parlamento estuda sanções a aplicar a Giertych por anti-semitismo

Tamanho do texto Aa Aa

“Nunca ouvi ou li propósitos como os defendidos pelo Senhor Giertych”, foi com estas palavras que a eurodeputada Frédérique Ries manifestou a sua indignação. Em causa, o também eurodeputado Maciej Giertych, eleito pela Liga das Famílias Polacas, que publicou uma brochura anti-semita, condenada igualmente pelo liberal polaco Bronislaw Geremek: “Em nome dos deputados polacos, e não só, que estão aqui, é importante que nos possamos unir contra certas formas de pensar, contrárias ao espírito europeu.”

A polémica estalou o mês passado, com a publicação da brochura intitulada “A Guerra das Civilizações na Europa”, onde Giertych defende que os judeus “preferem viver em guetos” e que, por isso, desenvolvem “diferenças biológicas”.

Editado na Polónia e distribuído no Parlamento Europeu, com o logótipo do próprio Parlamento, o opúsculo caiu muito mal em Estrasburgo. O deputado polaco de extrema-direita foi convocado pelo presidente do hemiciclo e incorre em sanções disciplinares.

Os principais grupos parlamentares condenaram a obra e as associações anti-racistas pedem o levantamento da imunidade parlamentar.