Última hora

Última hora

PP recebe explicações do governo sobre indulto a etarra

Em leitura:

PP recebe explicações do governo sobre indulto a etarra

Tamanho do texto Aa Aa

A atenuação das condições de detenção do etarra De Juana Chaos dominou as atenções no parlamento espanhol. A pedido do Partido Popular (PP), o ministro da Administração Interna, Alfredo Perez Rubalcaba, explicou perante a comissão do Interior as razões que levaram o executivo a colocar De Juana em prisão domiciliária.

Rubalcaba salientou que “ao permitir o cumprimento do resto da pena de prisão em casa, evitou a morte do activista basco e consequente criação de um mártir”. O ministro acusou ainda o maior partido da oposição, o PP, de ter uma política semelhante quando estava no poder.

O porta-voz do PP, Eduardo Zaplana, respondeu ao referir que o governo tem a “intenção de enganar o povo espanhol com mentiras e confusões sobre a política penitenciária do PP”. Iñaki de Juana Chaos esteve às portas da morte devido a uma greve de fome levada a cabo para protestar contra os 12 anos de prisão a que foi condenado por ter escrito artigos de opinião a defender a causa basca.

Uma pena atribuída após ter cumprido 18 anos de reclusão pelo assassinato assumido de 25 pessoas. O supremo tribunal acabou por reduzir a 2a pena de prisão de 12 para 3 anos e o governo permitiu que fosse cumprida em casa. O PP contesta a decisão política. No Sábado organizou uma gigantesca manifestação em Madrid.