Última hora

Última hora

Conferência de Berlim - um símbolo da União Europeia

Em leitura:

Conferência de Berlim - um símbolo da União Europeia

Tamanho do texto Aa Aa

Há 50 anos, os chefes de governo de seis países europeus lançaram com o tratado de Roma as fundações da Europa moderna. Hoje, debate-se o futuro da constitução Europeia e a sua adopção pelos estados membros. A Alemanha, que ocupa a presidencia da U.E é, também, uma das grandes defensoras do documento. Para assinalar os 50 anos sobre o tratado, a capital acolhe entre 24 e 25 de Marco a conferência de Berlim.

Como explica o Ministro dos Assuntos Estrangeiros Alemão, trata-se de um símbolo para mostrar que estamos unidos. Segundo, Frank-Walter Steinmeier, a Europa só pode ter sucesso se caminhar na mesma direcção. Este é o lema da presidência alemã e o que as pessoas esperam das políticas europeias, ou seja, vontade, coragem e determinação.

Mas a constituição parece ser um documento ainda pouco consensual. A falta de objectividade em alguns artigos e distanciamento em relação aos cidadãos são algumas das criticas apontadas. Daniel-Cohn Bendit dos Verdes defende que o texto “deve ser curto, mas não banal”, acrescentando, que “a banalidade pode ser o perigo desta estratégia” A Inglaterra, que se mostra reticente quanto à nova constitucao aproveitou para celebrar os 50 anos do Tratado de Roma no Estádio do Manchester United.