Última hora

Última hora

Repreensão disciplinar para eurodeputado acusado de anti-semitismo

Em leitura:

Repreensão disciplinar para eurodeputado acusado de anti-semitismo

Tamanho do texto Aa Aa

Foi sancionado pelo Parlamento Europeu, o eurodeputado que publicou uma brochura anti-semita. Maciej Giertych será alvo de uma repreensão disciplinar, a mais leve das sanções previstas no regulamento parlamentar.

O anúncio foi feito por Hans-Gert Poettering, presidente do Parlamento Europeu: “Lamento profundamente este comportamento que representa uma séria violação aos direitos fundamentais e, em particular, à dignidade da pessoa humana, aos quais a nossa instituição adere tão fortemente. Neste sentido, decidi, de acordo com o procedimento descrito na regra 147, que lhe será aplicada uma repreensão disciplinar.”

Na terça-feira, vários eurodeputados e membros de ONG manifestaram-se contra o eurodeputado polaco. Há um mês, Giertych publicou um opúsculo, com o logótipo do próprio Parlamento, no qual defende que os judeus preferem viver em guetos e desenvolvem, assim, “diferenças biológicas.”

O eurodeputado polaco, membro da Liga das Famílias Polacas, e não inscrito em nenhuma bancada política do Parlamento Europeu, já anunciou que vai recorrer da decisão.