Última hora

Última hora

Governo italiano empenhado em libertar jornalista sequestrado no Afeganistão

Em leitura:

Governo italiano empenhado em libertar jornalista sequestrado no Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

Raptado há dez dias no Afeganistão, o jornalista Daniele Mastrogiacomo apelou ao governo italiano para que se empenhe na sua libertação. O apelo foi feito num vídeo registado pelos seus sequestradores no dia 12 e divulgado ontem. O correspondente do jornal La Reppublica tinha sido raptado na companhia de um intérprete e de um condutor afegãos, quando se preparava para entrar na província rebelde de Helmand, bastião da guerrilha Talibã.

Num comunicado, o governo afirmou estar determinado em libertar o jornalista o mais rapidamente possível. O vídeo de Mastrogiacomo foi entregue a um responsável da organização humanitária Emergency, intermediário noutros casos de sequestro, mas que afirmou não estar desta vez envolvido nas negociações.

Segundo fontes próximas dos Talibã citadas pela agência noticiosa AFP, as discussões entre a guerrilha e o governo italiano estão em curso.

O sequestro ocorre num momento em que as tropas italianas estacionadas no Afeganistão participam na operação Aquiles da NATO, destinada a tomar a província de Helmand aos Talibã. Segundo informações não confirmadas, os raptores de Mastrogiacomo, que o acusam de espionagem, exigem a retirada dos militares italianos do país.