Última hora

Última hora

Le Pen valida candidatura às presidenciais francesas

Em leitura:

Le Pen valida candidatura às presidenciais francesas

Tamanho do texto Aa Aa

A extrema-direita francesa vai, pela quinta vez, inscrever o nome de Jean Marie Le Pen no boletim de voto das presidenciais. O líder do partido Frente Nacional conseguiu angariar as 500 assinaturas de autarcas que permitem validar a sua candidatura, dois dias antes de expirar o prazo legal.

Le Pen entregou esta quarta-feira uma lista de 535 assinaturas ao Conselho Constitucional. À saída, voltou a criticar as manobras de certos partidos para o afastar do sufrágio.

Um discurso de vitimização que Le Pen repete desde 1974 até 2002, quando conseguiu aceder à segunda volta das presidenciais, ultrapassando os resultados do partido socialista.

Creditado com 14% das intenções de voto, Le Pen espera agora voltar a repetir o feito. O seu eleitorado é disputado pelo candidato conservador, Nicolas Sarkozy, que nas últimas semanas centrou a sua campanha nos temas da imigração e da identidade nacional.

Sarkozy, que anunciou que vai abandonar até ao final do mês o cargo de ministro do Interior, continua a liderar as sondagens com 27% de intenções de voto, perdendo gradualmente a vantagem face à candidata socialista.

Ségolene Royal, creditada com 26% de intenções de voto, continua a apostar no tema da Economia, tendo prometido uma organização mais equilibrada dos impostos.

Conservadores e socialistas têm desde há uma semana um inimigo comum, o centrista François Bayrou.

O terceiro candidato nas sondagens, é o que amealha o maior potencial eleitoral dos três – 62%, embora, segundo os analistas, a alternativa que defende se apoie num programa demasiado vago.