Última hora

Última hora

O paquistanês, Khaled Cheik Mahomed reconheceu ser o organizador dos atentados do 11 de Setembro

Em leitura:

O paquistanês, Khaled Cheik Mahomed reconheceu ser o organizador dos atentados do 11 de Setembro

Tamanho do texto Aa Aa

O resultado das audiências, à porta fechada, em Guantanamo destinadas a determinar o estatuto de “combatente inimigo” de 14 responsáveis da Al-Qaida Khaled admitiu ser responsavel por 31 ataques ou tentativas de actos terroristas e uma tentativa de assassinar Bil Clinton e o Papa Joao Paulo II quando visitou as filipinas.

Detidos há alguns anos pela CIA em segredo absoluto, estes 14 detidos foram transferidos em Setembro para a base norte-americana de Guantanamo, na Ilha de Cuba.

Com Khaled Cheikh Mohammed está também Ramzi ben Al-Shaiba, ambos considerados os principais cerebros dos atentados de 2001, Abu Zoubeida, próximo de Usama bin Laden e Hambali, suspeito de ser o cérebro do atentado que fez mais de 200 mortos em Bali na Indonésia em 2002.

O 11 de Setembro custou a vida a 3 mil pessoas.