Última hora

Última hora

Jornalista sequestrado no Afeganistão ameaçado de morte

Em leitura:

Jornalista sequestrado no Afeganistão ameaçado de morte

Tamanho do texto Aa Aa

É cada vez mais difícil avaliar a situação do jornalista italiano sequestrado há onze dias no Afeganistão.Numa gravação audio entregue ontem às autoridades italianas, um indivíduo que se identifica como Daniele Mastrogiacomo, afirma que os Talibã o poderão executar caso Roma não ceda às suas exigências nos próximos dois dias.

Num vídeo divulgado quarta-feira, Mastrogiacomo mostrava-se no entanto mais calmo, pedindo apenas a Roma para que o liberte, sem nunca evocar as contrapartidas exigidas pelos raptores.

O ministro dos Negócios Estrangeiros italiano, Massimo D’Alema, escusou-se ontem a dar precisões sobre as negociações no terreno para libertar o jornalista, afirmando apenas que estão a ser levadas a cabo por organizações humanitárias.

No governo italiano a hora é de discrição. Romano Prodi terá discutido a situação pelo telefone com o presidente afegão Hamid Karzai.

O sequestro do jornalista no bastião Talibã de Helmand, onde é acusado de espionagem, coincide com a ofensiva militar da NATO na região, iniciada na semana passada.