Última hora

Última hora

Barclays mantém 'suspense' sobre oferta da aquisição sobre ABN Amro

Em leitura:

Barclays mantém 'suspense' sobre oferta da aquisição sobre ABN Amro

Tamanho do texto Aa Aa

O banco britânico Barclays remeteu a esta terça-feira uma clarificação da sua posição, deixando no ar a dúvida sobre o seu interesse na compra do holandês ABN Amro. Este fim-de-semana, os jornais britânicos davam conta de que os dois grupos discutiam uma fusão no valor de 80 mil milhões de libras – mais de 116 mil milhões de euros.

A confirmar-se, a fusão dará origem a um mastodonte com 47 milhões de clientes, em 50 países do mundo, empregando 220 mil funcionários. Com uma capitalização bolsista de 123 mil milhões de euros, a nova entidade seria catapultada para o quinto lugar do ranking mundial, ao mesmo nível do norte-americano JP Morgan Chase, atrás do Citigroup, do Bank of America, do chinês ICBC e do HSBC.

A informação, embora não tenha sido confirmada, inflamou os mercados e fez disparar as acções do ABN Amro, que chegaram a subir mais de 10 por cento. O Barclays evoluiu de forma mais ligeira, com uma valorização bolsista inferior a cinco décimas percentuais.

Os analistas estimam que a oferta do banco britânico sobre o holandês provoque uma batalha entre as grandes instituições bancárias americanas e europeias (com um eventual interesse do francês BNP Paribas e do espanhol Santander Central Hispano).