Última hora

Última hora

Negligência pode ter agravado incêndio num lar de terceira idade russa

Em leitura:

Negligência pode ter agravado incêndio num lar de terceira idade russa

Tamanho do texto Aa Aa

Cinzas e destroços foi o que sobrou de um lar de terceira idade na região russa de Krasnodar, após quase uma hora de espera pelos bombeiros. Um violento incêndio deflagrou ao início da noite de ontem na instalação, à hora em que a maioria dos mais de 100 residentes estavam já a dormir. 62 Pessoas sucumbiram às chamas.

Segundo o vice-governador da região de Krasnodar, “a tarefa principal das autoridades é agora de dar assistência médica aos 30 sobreviventes que se encontram hospitalizados em estado grave”. Segundo testemunhas, na origem do incêndio poderá estar um curto-circuito, mas colocam-se várias questões quanto ao cumprimento das regras de segurança.

Os responsáveis do lar não se encontrariam nos seus postos à hora que as chamas deflagraram o alarme de incêndio não teria sido imediatamente activado. A evacuação do lar foi mesmo atrasada pelo facto da saída de emergência se encontrar trancada e do quartel de bombeiros se encontrar a mais de 50 km de distância.