Última hora

Última hora

Petrolífera Total sob suspeita de corrupção no Irão e nos Camarões

Em leitura:

Petrolífera Total sob suspeita de corrupção no Irão e nos Camarões

Tamanho do texto Aa Aa

O recém-eleito presidente do Conselho de Administração da petrolífera francesa Total encontra-se detido em Paris, em prisão preventiva, desde esta manhã. Segundo a imprensa francesa, Christophe de Margerie, está a ser interrogado pela polícia num alegado caso de corrupção de funcionários públicos durante a negociação de contratos petrolíferos no Irão e nos Camarões.

Segundo as mesmas fontes, outros altos responsáveis da companhia e de uma empresa envolvida no negócio foram também convocados pela polícia. Margerie, que até há um mês era director de exploração da Total, tinha sido alvo de acusações similares em 2006 relativamente a contratos no Iraque, no quadro do programa petróleo por alimentos da ONU.