Última hora

Última hora

Open Skies pode criar 80.000 empregos

Em leitura:

Open Skies pode criar 80.000 empregos

Tamanho do texto Aa Aa

O acordo de liberalização dos céus no Atlântico Norte (Open Skies), assinado esta quinta-feira, substitui uma multitude de acordos bilaterais entre os Estados Unidos e vários países europeus, compromissos que foram aliás julgados ilegais pelo Tribunal Europeu de Justiça.

De acordo com a Comissão de Bruxelas, o acordo transatlântico vai gerar mais 25 milhões de passageiros entre os dois continentes, economizar 12 mil milhões de euros e criar 80.000 empregos. Dados prospectivos a um horizonte de 2012. Assim qualquer companhia europeia vai poder operar livremente entre uma cidade europeia e uma cidade norte-americana. Quer isto dizer, que a British Airways, por exemplo, pode estabelecer uma rota directa entre Lisboa e Miami, deixando de estar obrigada a partir de um aeroporto britânico.

A questão da propriedade das companhias aéreas é também abordada no acordo. Doravante, as companhias europeias vão poder comprar mais de 50 por cento do capital de uma transportadora americana mas ficam limitadas a 25 por cento dos direitos de voto. Do lado europeu a reciprocidade vai impor-se, embora actualmente uma companhia americana possa deter 49 por cento dos direitos de voto de uma transportadora europeia.