Última hora

Última hora

Blair:"Acordo na Irlanda do Norte é o resultado de 10 anos de negociações"

Em leitura:

Blair:"Acordo na Irlanda do Norte é o resultado de 10 anos de negociações"

Tamanho do texto Aa Aa

O acordo entre católicos e protestantes na Irlanda do norte representa o fim de dez anos de intensas negociações para Tony Blair. A meses de abandonar o cargo de primeiro-ministro britânico, Blair reagiu ao acordo afirmando: “Este é um dia muito importante não só para a população da Irlanda do Norte mas também para a população e a história destas ilhas no sentido de que tudo o que fizémos nestes últimos dez anos foi a pensar neste momento, porque o povo da Irlanda do Norte mostrou o que queria nesta eleição, que quer paz e partilha do poder, que quer ver um trabalho em conjunto e aqui a classe política foi capaz de responder às expectativas, dando ao povo aquilo que ele exigia”.

Face ao momento considerado histórico, o secretário britânico para a Irlanda do Norte, Peter Hain, afirmou que estava mesmo disposto a dar mais umas semanas a Republicanos e Unionistas para acertarem os últimos detalhes do acordo. Tony Blair e o primeiro-ministro irlandês Bertie Ahern foram os protagonistas de um longo processo de reconciliação, cuja recta final assemelha-se a um novo desafio – a coabitação no poder entre antigos inimigos.