Última hora

Última hora

Paisley e Adams cara-a-cara pelo futuro da Irlanda do Norte

Em leitura:

Paisley e Adams cara-a-cara pelo futuro da Irlanda do Norte

Tamanho do texto Aa Aa

O reverendo protestante Ian Paisley encontra-se hoje pela primeira vez, cara-a-cara, com o líder católico, Gerry Adams. Para a Assembleia de Stormont, esta segunda-feira pode representar o dia D. O governo britânico mantém a meia-noite de hoje como prazo limite para a formação do governo de unidade norte-irlandês.

Os unionistas de Paisley pediram a Londres mais seis semanas para estudar a partilha de poder com os velhos inimigos do Sinn Fein. O Reino Unido está disposto a admitir o alargamento do prazo, se for de comum acordo entre protestantes e católicos.

O ministro britânico para a Irlanda do Norte assinou ontem a ordem de restauração da autonomia da província o que implica que hoje, como explicou Peter Hain, haverá “devolução ou dissolução”. Hain diz, no entanto, que “se os partidos lhe transmitirem até ao fim do dia uma outra solução, bem definida, terá de analisá-la, já que também não tem vontade de parar o processo”.

Os unionistas têm agora a tarefa de convencer os adversários políticos.

A posição assumida por Paisley este fim-de-semana também foi interpretada como um meio de pressionar Londres para aumentar o orçamento oferecido na quinta-feira ao futuro executivo norte-irlandês.