Última hora

Última hora

Olmert e Abbas vão reunir-se quinzenalmente para discutir processo de paz

Em leitura:

Olmert e Abbas vão reunir-se quinzenalmente para discutir processo de paz

Tamanho do texto Aa Aa

O Vaivém da diplomacia norte-americana no Médio Oriente, consegue reaproximar Palestinianos e Israelitas, mas sem ultrapassar os pontos mais difíceis das negociações de paz. Depois da Secretária de Estado norte-americana realizar ontem 4 reuniões em menos de 24 horas entre a Jordânia e Israel, a partilha de Jerusalém e o restabelecimento das fronteiras de 1967 continuam a ser temas inultrapassáveis para Ehud Olmert.

Condoleeza Rice afirmou em Jerusalém que Washington apoia os líderes como Abbas, “que estão dispostos a dar passos em direcção à paz e à criação de um estado palestiniano. Na reunião que tive com o primeiro-ministro Olmert e o presidente Abbas chegámos a um acordo para acelerar as discussões. Abbas e Olmert acordaram reunir-se quinzenalmente para fazer avançar o processo”.

Único sinal de abertura por parte de Israel, é o acordo de Olmert para discutir o processo de paz com países árabes moderados, sob a égide da ONU, em troca do restabelecimento das relações entre Israel e o mundo árabe. O secretário-geral da ONU pretende apresentar a proposta à próxima reunião do quarteto negocial para a paz no Médio Oriente, agendada para dentro de dois meses. A proposta apresentada pela primeira vez em 2002 pelos responsáveis da Liga Árabe será discutida a partir de quarta-feira na conferência da organização que decorrerá em Ryad, na Arábia Saudita.