Última hora

Em leitura:

UE equaciona sanções unilaterais contra Cartum


A redação de Bruxelas

UE equaciona sanções unilaterais contra Cartum

De olhos postos no Sudão, a Europa equaciona a aplicação de sanções unilaterais, caso o Conselho de Segurança da ONU não consiga aprovar uma resolução firme. Desde Fevereiro de 2003 que a província sudanesa do Darfur é continuamente palco de uma violência que já provocou mais de duzentos mil mortos e milhões de refugiados.

Daí o apelo da chanceler Angela Merkel perante os eurodeputados.“Penso que a União Europeia deve interrogar-se sobre o que pode fazer se não chegarmos a lado nenhum através do Conselho de Segurança. Será que a União não devia equacionar sanções? A situação não deve deixar-nos indiferentes – e não nos deixa. Mas não devemos contentar-nos com palavras bonitas. Devemos agir”, afirmou a chefe do governo alemão.

Acção é também o que querem intelectuais e artistas que, este fim-de-semana, acusaram a União Europeia de se preocupar mais com os 50 anos do Tratado de Roma do que com a situação no Darfur. Nomes como Bob Geldof querem ver reforçadas as sanções contra o governo de Cartum.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

A redação de Bruxelas

50 anos depois do tratado de Roma a União quer remodelar instituições