Última hora

Última hora

Senado quer retirada do Iraque mas Bush diz "Não"

Em leitura:

Senado quer retirada do Iraque mas Bush diz "Não"

Tamanho do texto Aa Aa

O Senado norte-americano voltou a afrontar a presidência, ao votar por maioria uma proposta da Casa dos Representantes para a retirada das tropas de combate americanas do Iraque. Os democratas venceram a votação, por 51 contra 47 votos. A proposta liga o financiamento da guerra no Iraque com a retirada das tropas do terreno. De acordo com a proposta de lei, tal deve iniciar-se este ano e terminar até 31 de Março de 2008.

Mas o presidente nao está disposto a fazer a vontade ao Partido Democrático e, depois de uma conversa com os representates republicanos antes da votação, George W. Bush lembrou que já tinha deixado claro que vetaria uma proposta sobre a redução do número de efectivos militares no Iraque – principalmente quando é expressa por uma proposta que apresenta muitos gastos para a a efectivação desse texto. E fez questao de reiterar que, quando as tropas dão prejuízo, têm de se manter no terreno até darem lucro.

Foi em 2003, que as tropas norte-americanas invadiram o Iraque contra a vontade da ONU. De acordo com números do Pentágono revelados no Verão passado, encontram-se actualmente no Iraque cerca de 50 mil soldados norte-americanos.