Última hora

Última hora

Presidente dos EUA admite cortar subsídios agrícolas, mas exige contrapartidas

Em leitura:

Presidente dos EUA admite cortar subsídios agrícolas, mas exige contrapartidas

Tamanho do texto Aa Aa

As negociações para ampliar o comércio mundial levaram o presidente Lula da Silva aos Estados Unidos, três semanas após a última visita de George W. Bush ao Brasil.

De acordo com o presidente Brasileiro, Lula da Silva, nunca os dois países estiveram tão perto de um acordo nas negociações da Rodada de Doha.

Na casa de campo presidencial, em Camp David, Bush defendeu a importância de liberalizar o comércio mundial. “Estamos dispostos a cortar substancialmente os subsídios agrícolas. Mas esperamos, por outro lado, ter acesso a diferentes mercados de bens e serviços em troca”, afirma.

Lula é o primeiro líder latino-americano a visitar Camp David formalmente desde 1991.

Há três semanas, Bush viajou à América Latina e escolheu o Brasil como primeiro ponto de paragem. Na ocasião, foi lançado um acordo entre EUA e Brasil para a promoção do uso global de etanol.