Última hora

Última hora

Europa abre as portas aos produtos ACP

Em leitura:

Europa abre as portas aos produtos ACP

Tamanho do texto Aa Aa

Os mercados europeus vão abrir completamente as portas aos produtos oriundos dos países ACP. A Comissão Europeia concluiu as negociações de um novo quadro, que virá substituir os acordos preferenciais da OMC, que terminam no final do ano.

Assim, a partir de Janeiro de 2008, os cerca de 80 países do grupo Ásia, Caraíbas e Pacífico poderão exportar os seus produtos, para a Europa, sem taxas alfandegárias nem quotas. Excepção feita ao arroz – cuja supressão das taxas será efectiva dentro de alguns anos, ainda não definidos -, e ao açúcar – que só em 2015 será totalmente isento de taxas e de quotas.

A União Europeia pede reciprocidade: quer que, progressivamente, durante 25 anos, os países ACP abram os seus mercados às exportações da União. E oferece 22 mil milhões de euros até 2013 e dois mil milhões de euros anuais, a partir daí, para que estes países – na sua maioria ex-colónias europeias – possam adaptar-se à concorrência.