Última hora

Última hora

François Pinault junta Puma à colecção pessoal de marcas

Em leitura:

François Pinault junta Puma à colecção pessoal de marcas

Tamanho do texto Aa Aa

A Puma está prestes a entrar no império da moda. O grupo francês PPR, da família do multimilionário François Pinault, vai comprar a marca alemã de vestuário desportivo por 5,3 mil milhões de euros.

Na primeira fase, uma filial do grupo francês do luxo e da distribuição vai adquirir os mais de 27%actualmente nas mãos da Mayfair, principal accionista da PUMA. Na segunda fase do negócio, vai ser lançada uma oferta pública de aquisição, com cada acção a valer 330 euros. A transação deve estar concluida em Julho.

A Puma é a número três mundial no sector do vestuário de desporto, depois da Nike e da Adidas. No entanto, este lugar no pódio não significa uma grande fatia de mercado. A Puma ocupa um décimo do mercado, contra fatias superiores a um terço das duas principais concorrentes.

Aquela que chegou a ser considerada uma marca pouco relevante ganhou um grande protagonismo no início desta década, um lugar que tem sabido manter, graças à afirmação de um estilo e à estratégia de publicidade, em que a marca aparece associada aos atletas de países em vias de desenvolvimento.

No ano passado, a marca alemã, vendida em 80 países, teve um volume de negócios de quase 2,5 mil milhões de euros.

Já a PPR, maior grupo de distribuição não-alimentar em França, chegou perto dos 18 mil milhões. O grupo de François Pinault actua no mercado da distribuição, mas também no dos produtos de luxo. Possui marcas como Gucci, Yves Saint Laurent, Fnac e La Redoute.