Última hora

Última hora

Carismático e popular na Roménia, mesmo se a imagem foi afectada nas últimas semanas, Basescu é presidente desde 2004

Em leitura:

Carismático e popular na Roménia, mesmo se a imagem foi afectada nas últimas semanas, Basescu é presidente desde 2004

Tamanho do texto Aa Aa

Antigo comandante da Marinha, Trian Basescu capitaneou a adesão à União Europeia e os opositores não poupam críticas ao seu carácter: consideram-no arrogante, parcial e mesmo déspota.
Mas o presidente romeno está certo de ter feito uma bom percurso nestes dois anos e meio, tendo, aliás, trazido à luz do dia algumas disfuncionalidades do país.

Na sequência da crise política, Basescu mostrou-se em público seguro do apoio popular. E ironizou…
Afirmou caber ao eleitorado julgar o trabalho feito e decidir se o mantem ou não no cargo como presidente da Roménia ou, quem sabe, como presidente do parlamento.

Na presença do presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, o presidente e o primeiro-ministro, Calin Tariceanu, eram “só sorrisos”: a adesão era mais importante que qualquer divergência de política interna na Roménia… mas logo a seguir, a crise eclodiu.

A 3 de Abril, Tariceanu obteve o aval do parlamento para uma renovação governamental. Só que, no fim, afastou todos os ministros democratas apoiantes de Basescu (aliados desde 2004). O executivo minoritário de liberais e democratas magiares está a ser apoado pela oposição social-democrata.

As alianças de circunstância para fazer cair Basescu não parecem, no entanto, ter um futuro risonho. Nem a oposição social-democrata nem os liberais afectos ao primeiro-minsitro estão prontos para enfrentar as urnas. E os analistas concordam num ponto: em caso de eleições antecipadas, Basescu tem todas as hipóteses de ganhar, o que arruinará a estratégia dos opositores, porque lhe oferecer mais cinco anos suplementares de mandato.

Uma situação de crise que pode afectar a imagem do país, nomeadamente junto de alguns observadores europeus que a consideram um entrave para que a Roménia ocupe o seu lugar na União Europeia. Um grupo de peritos de Bruxelas vai avaliar a evolução romena no sector da Justiça entre os dias 23 e 27 do corrente.