Última hora

Última hora

Caça aos votos do eleitorado francês continua

Em leitura:

Caça aos votos do eleitorado francês continua

Tamanho do texto Aa Aa

Conseguiu 18,57 por cento do eleitorado e por isso já lhe chamam o “fazedor de presidentes” e mesmo o “queenmaker” ou “águia de duas cabeças”, pois a sua indicação de voto pode ir para qualquer dos lados. François Bayrou sorri, orgulhoso do resultado atingido, mas não fez, até agora, nenhum apelo à direita ou à esquerda.

Apresenta-se como o protagonista da renovação política em França, da “criação do centro e do fim da bipolarização que há décadas trava o desenvolvimento”.

Jean Marie Le Pen dança o rock, enquanto não ouve a opinião de toda a Frente Nacional. Considera que as ideias do partido foram repetidas à direita e à esquerda, sem nenhum mérito, e por isso só atingiu os 10,5 por cento de votos. Mas ainda pode impôr condições a Sarkozy.

O analista político Dominic Moisi considera que o candidato Sarkozy esteve extremamente bem. Soube, estrategicamente, atrair um terço do eleitorado da Frente Nacional, da extrema-direita, foi um triunfo. Destruiu Le Pen.”

O candidato mais votado nos partidos mais pequenos, com 4 por cento dos votos,foi Oliver Besancenot, candidato da luta comunista revolucionária. Ele, não se fez rogado. Tal como outros candidatos da mesma área política, orientou o voto da extrema-esquerda na segunda volta a favor da candidata socialista…e a disciplina de voto no PC ainda é o que era.