Última hora

Última hora

População sunita contra "muros do sectarismo" em Bagdade

Em leitura:

População sunita contra "muros do sectarismo" em Bagdade

Tamanho do texto Aa Aa

Os habitantes de Adhamia, em Bagdade, protestaram esta manhã contra a construção de um muro de segurança em torno do bairro onde vivem 15 mil sunitas. Os habitantes exigem a suspensão imediata do projecto idealizado pelo exército norte-americano, que pretende enclausurar outros 10 bairros violentos na capital.

O projecto foi ontem criticado pelo primeiro-ministro iraquiano, que afirmou existirem outras soluções para proteger os bairros sunitas de ataques xiitas. Uma residente de Adhamia acusa as tropas americanas de, “quererem aprofundar o fosso entre as duas comunidades, quando, xiitas ou sunitas, todos somos iraquianos e muçulmanos”. Outra afirma que, “não quer ficar isolada, e que os filhos fiquem impedidos de poder ir à escola”.

Washington iniciou há duas semanas a construção do muro de cinco quilómetros de extensão, prevendo a recolha dos dados biométricos dos residentes do bairro. Um responsável iraquiano pela aplicação do plano de segurança em Bagdade, afirmou que a construção de barreiras de segurança na capital vai prosseguir sem qualquer excepção.