Última hora

Última hora

Braço armado do Hamas rompe trégua com Israel

Em leitura:

Braço armado do Hamas rompe trégua com Israel

Tamanho do texto Aa Aa

O governo palestiniano do Hamas apelou ao seu braço armado para que respeite a trégua com Israel para preservar a calma no território. O anúncio foi feito depois das brigadas Ezzedim Al-Qassam dispararem dezenas de rockets sobre territorio israelita, pela primeira vez em cinco meses, proclamando unilateralmente o fim da trégua.

Uma posição que coloca o primeiro-ministro palestiniano e líder do Hamas entre dois fogos. Ismael Haniyeh afirmou que, “foram feitos grandes esforços para se manter a trégua, mas é difícil manter esta posição quando o povo palestiniano faz face a novas agressões”. Sublinhando ainda que, “o problema não é dos palestinianos mas dos israelitas”.

As brigadas Ezzedim Al-Qassam, um dos inúmeros braços armados do Hamas, tinham lançado hoje para o sul de Israel, a partir da faixa de Gaza, pelo menos 28 roquetes e 61 tiros de morteiro, antes de anunciarem, num comunicado, que punham fim à trégua de cinco meses.

As milícias justificam a acção como resposta à incursão do exército israelita, no domingo passado, em Gaza, que resultou na morte de nove palestinianos, cinco dos quais militantes do Hamas. O anúncio do fim da trégua coloca o movimento no poder numa situção difícil, num momento em que tenta recuperar a credibilidade junto da comunidade internacional.