Última hora

Última hora

Sarkozy e Royal procuram votos ao centro

Em leitura:

Sarkozy e Royal procuram votos ao centro

Tamanho do texto Aa Aa

Um dia depois de ter vencido com uma margem confortável a primeira volta das presidenciais francesas Nicolas Sarkozy não perdeu tempo. No primeiro comício da segunda etapa da corrida ao Eliseu o candidato conservador da UMP tenta agora cativar a atenção do eleitorado mais ao centro. “meus caros amigos, nós não vamos eleger o presidente da França de direita, nem o da França de esquerda. Vamos eleger o presidente da república francesa, e a república é toda a gente, a república somos nós, todos os franceses sem excepção. aArepública é o contrário do sectarismo”.

O antigo ministro do interior falava em Dijon, um bastião da esquerda francesa onde se deslocou em to conciliador para captar votos de sectores moderados. Igualmente em busca de novos apoios está a segunda candidata mais votada nas eleições de domingo.

Ségoléne Royal iniciou a luta pelos votos centristas que representam a chave desta corrida, sem esquecer a taxa de participação. “Obrigado aos nove milhões de eleitores e eleitoras que confiaram em mim na primeira volta e que fizeram esquecer a afronta e a tristeza de 21 de Abril de 2002”. Palavras de Ségoléne que evocaram a passagem de Jean Marie Le Pen à segunda volta do escrutínio de há cinco anos. A França enfrenta actualmente problemas graves que passam por uma das taxas de desemprego mais altas da União Europeia e pela instabilidade dos seus suburbios multi-étnicos.