Última hora

Última hora

EUA continuam a tentar convencer russos

Em leitura:

EUA continuam a tentar convencer russos

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos vão continuar a tentar convencer a Rússia de que o sistema de defesa antimíssil planeado pelo pentágono não constitui uma ameaça. A afirmação foi proferida pelo secretário da Defesa norte-americano, Robert Gates, em Varsóvia, na Polónia, a segunda etapa de uma digressão destinada a impulsionar o projecto militar.

Gates referiu que após a visita a Moscovo, ficou a acreditar que “existe uma má interpretação de algumas das capacidades do sistema de defesa. Para dissipar essas incertezas convidei os russos a viajarem ao Alasca para verem os nossos interceptores”, acrescentou o responsável pela defesa norte-americana.

Gates foi recebido pelo presidente russo Vladimir Putin, na segunda-feira, mas devido à morte de Boris Ieltsin, a reunião foi qualificada de pouco produtiva. Para já, os responsáveis das forças armadas russas não vêem com bons olhos o sistema.

O chefe de estado-maior Yuri Baluyevsky clarificou a posição russa. “Se constatarmos que estas infra-estruturas constituem uma ameaça à nossa segurança, elas serão objecto de planos para as nossas forças. Seja ameaça estratégica, nuclear ou outra – isso é uma questão técnica”, declarou o militar.

As intenções norte-americanas consistem em instalar 10 mísseis antibalísticos na Polónia e um radar de médio alcance na República Checa. O objectivo é proteger as forças dos Estados Unidos, na Europa, e os países aliados.