Última hora

Última hora

Berlusconi absolvido de corrupção no caso SME após 12 anos de processo

Em leitura:

Berlusconi absolvido de corrupção no caso SME após 12 anos de processo

Tamanho do texto Aa Aa

Após 12 anos de processo, o ex-primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi foi absolvido de duas acusações de corrupção de magistrados.

Os juízes do tribunal de Milão confirmaram a sentença de 2004. O Ministério Público pedia cinco anos de prisão, mas os magistrados basearam a sentença num artigo do código penal que impõe a absolvição quando a prova não existe, é insuficiente ou contraditória.

A equipa de defesa está satisfeita. Niccolo Ghedini, um dos advogados, afirma: “Os crimes não foram provados ou, pelo menos, ele não os cometeu. É uma sentença que repõe a verdade num processo muito difícil e que afectou a vida política italiana”.

Berlusconi era acusado de ter pago a juízes quando, nos anos 80, a justiça foi chamada a pronunciar-se sobre a venda da empresa agro-alimentar SME a um grupo rival da sua holding. No mesmo caso, foram condenadas pessoas próximas do magnata, entre elas o actual deputado Cesare Previti.

Em 2004, os juízes consideraram que o caso tinha prescrito e uma lei do governo Berlusconi impedia que o magnata fosse novamente julgado pelo mesmo crime. A lei foi anulada pelo executivo Prodi, o que permitiu ao Ministério Público recorrer. Berlusconi venceu uma batalha judicial, mas enfrenta outras. Actualmente decorre um outro processo onde é suspeito de ter pago ao antigo advogado britânico para prestar falsos testemunhos, nos anos 90.