Última hora

Última hora

Bruxelas e Washington ensaiam aproximação tímida

Em leitura:

Bruxelas e Washington ensaiam aproximação tímida

Tamanho do texto Aa Aa

Estados Unidos e União Europeia ensaiam hoje uma reaproximação difícil durante uma cimeira em Washington. A reunião tem por objectivo pôr em marcha o Conselho Económico Transatlântico, um organismo permanente encarregue de reforçar a cooperação entre os dois blocos em áreas como a regulamentação de produtos, mercados financeiros ou propriedade intelectual.

Para a vice-presidente da Comissão Europeia, Margot Wallstrom, “o objectivo não é de discutir em detalhe os pontos em comum e os pontos divergentes, como o aquecimento global, mas antes centrar o debate na parceria económica”.

Bruxelas deverá assim abandonar o objectivo de convencer Washington a reduzir a emissão de gases com efeito de estufa à luz de um acordo pós-Quioto.

O entendimento ficar-se-à por temas como a harmonização de regras contra os testes de cosméticos em animais, a segurança rodoviária ou a liberalização do tráfego aéreo.

A reaproximação parece no entanto dar frutos ao nível da política externa. O responsável da diplomacia europeia, Javier Solana, apelou ontem a Washington para que abra uma via de diálogo com Teerão.

Fontes diplomáticas, citadas pelo jornal The Guardian, anunciam hoje que Condoleeza Rice poderá reunir-se com responsáveis iranianos na sexta-feira, à margem da conferência internacional sobre o Iraque no Egipto.